Jovem de Vitória do Mearim é selecionado para cursar medicina na Rússia

Um jovem de Vitória do Mearim (MA) vai realizar o sonho de cursar medicina. Aos 28 anos, Bergson Oliveira Lindoso prepara as malas para embarcar em uma aventura na Rússia, onde vai passar os próximos seis anos. O aluno, que já fez um período de medicina fora do país, conta como surgiu a paixão pela área. “Sou formado em odontologia e foi lá que despertou em mim o interesse pelo curso. Iniciei no Paraguai, mas agora quero terminar em uma universidade com o ensino mais qualificado”, conta.

Bergson foi selecionado para estudar na Universidade Médica Estatal de Kursk, renomada instituição da Europa e líder no ensino de medicina em inglês. Com o apoio dos pais, e com as melhores expectativas possíveis, ele está preparado para se dedicar e enfrentar o que vier pela frente. “Eu tenho dois amigos que estão lá e me contaram bastante como são as aulas e a cidade. Então decidi que valeria a pena para mim”, conta.

Ao lado de outros brasileiros, Bergson embarca no próximo dia 24 de setembro. Todos contam com o apoio da Aliança Russa, representante oficial das universidades russas no Brasil.

Qualidade e excelência

No total, mais de 100 médicos brasileiros já se graduaram pela Instituição e agora atuam em hospitais e clínicas nos quatro cantos do país. Outros 500 estudam atualmente medicina na Universidade Médica Estatal de Kursk.

Todos os alunos embarcaram com o suporte da Aliança Russa. A agência é a responsável pelo processo seletivo e por todos os trâmites para que o aspirante a médico conquiste a tão sonhada vaga.

Sistema de ensino

Os alunos que desejam cursar a universidade em Kursk devem estar atentos ao formato do ensino. Bastante diferente do Brasil, a carga horária é muito mais puxada e a metodologia de avaliação tem outro formato. Por lá, os alunos não podem ter faltas ou carregar matérias não concluídas para os próximos semestres.

O sistema de notas vai de 0 à 5, sendo 3 a nota minimamente satisfatória. O estudante que não obtiver o aproveitamento mínimo, deve automaticamente refazer aquela aula até obter a nota necessária. Caso contrário, não estará apto para fazer as avaliações de final de semestre e exames gerais.

A alta qualidade é comprovada pela taxa de alunos brasileiros que são aprovados em sua primeira tentativa no Revalida, Sistema de Revalidação de Diplomas Médicos, para atuar no Brasil. Cerca de 80% dos estudantes obtêm o registro no Conselho Regional de Medicina no mesmo ano em que chegam. O diploma é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde. Também vale lembrar que a Rússia faz parte do tratado de Bolonha, tendo seu diploma reconhecido em todo o continente europeu.

Serviço:

Aliança Russa de Ensino Superior

Edif. Prime Office Park

Rua Adib Auada, 35, Sala 113-B

Granja Vianna – Cotia / SP

CEP: 06710-700

Telefone: (11) 4551-3836

www.aliancarussa.com.br

Deixe uma resposta